2.5.07

01/05

Este feriado é que eu nunca percebi, chamamos dia do trabalhador, a um dia em que é suposto ninguem trabalhar... se bem, que temos muitos a trabalhar para que outros passeiem nestes dias. É o comércio minha gente, é preciso facturar nestes dias, para depois poder fazer as tão queridas pontes!!!

A história diz que em 1886, no dia 1 de Maio, 500 mil trabalhadores saíram às ruas de Chicago, nos Estados Unidos, para uma manifestação pacífica que exigia a redução da jornada de trabalho para oito horas. A polícia reprimiu a manifestação e dispersando a concentração, acabando por ferir e matar dezenas de operários. Em 1889 o Congresso Operário Internacional, reunido em Paris, decretou o 1º de Maio, como o Dia Internacional dos Trabalhadores, um dia de luto e de luta.

Em Portugal "é o dia em que afirmamos os valores do sindicalismo e a necessidade do progresso económico e social". É no fundo um dia no qual os trabalhadores alertam as entidades responsaveis para as suas necessidades -- "oh, pena o dia 1 ter sido na semana passada...agora vamos ter que esperar pelo próximo ano. Temos de arranjar pseudo empregos durante um anito" .
E novamente nas palavras de João Proença (UGT) sobre as actividades que decorrem neste dia "em unidade, em luta e em festa vamos todos à Torre de Belém em Lisboa, onde os vários Sindicatos expõem os seus Comunicados e as suas actividades." -- Eu sempre pensei que os ministérios ficavam do outro lado da cidade, ou será que o PM decidiu ter vista sobre o Tejo!?!

1 comentário:

Runcolho disse...

Saibedoria Austética, o seu guia de feriados nacionais!!

(sem nada de melhor para dizer... isto hoje tá mau!)

Runcolho