27.5.08

O que se passa com as pessoas? Que caminho queremos seguir, e por que caminho nos fazem ir?
De repente, damos conta que não nos conhecemos. Tudo é tão estranho que até parece que nascemos à medida que estas frases se vão compondo: desnorteadas. Parece. Porque de tão imaturos que somos deixamo-nos levar pela razão. O difícil é permanecermos na verdade do sentir. Por que razão nos perdemos quando aqui chegamos, ao sentir? Sentir dor, sentir desespero, sentir amor, sentir ódio. Sentir. Sentir que estamos no fundo do fundo do poço. Saber que fomos destruídos. Saber que nos deixamos facilmente ir... ir pelo caminho mais fácil. O caminho que nos faz desistir. Quando nos apercebemos, já pusemos tudo em causa. Sobretudo, colocamos em causa o que somos. Quem somos para os outros? Por que temos sempre necessidade de não estarmos sós? Por que razão vivemos dos outros? Não sei. Não sei de todo. Tenho assistido ao cair das pessoas que me rodeiam. E sinto que nada posso fazer. Razões várias lhes tiraram o chão. Não tenho o poder de as fazer levantar, ainda que o queira. Só dentro de cada um de nós está a força. Mas como o faremos se se perde tudo? A vida é demasiado importante para nos deixarmos ir... Mas a vida facilmente nos leva... Que é feito das pessoas, afinal?

4 comentários:

Runcolho disse...

As pessoas?! Que é feito delas?

Só querem futebol, o resto n importa!!

S.A. disse...

que pessoas queres?as meninas autoras e tb denominadas de phãs andam aqui perdidas com muitos trabalhos finais que agora nos caem em cima...bem, ate ja

Anónimo disse...

Falei contigo em Águeda, depois de um concerto da ala dos namorados? Iria jurar.

www.manuelpaulo.pt Dá notícias se quiseres

LoTus Shelby disse...

por meio dos blog do sr runcolho encontrei este..

li este texto e fiquei pasmado..

muito bom blog..

parabéns à S.A.