10.3.07

Paaarou Tudo!!!

Este Escrito é especialmente dedicado aos amantes das noites de sexta-feira…na nossa televisão, claro está!!!
Kléber, apresentador do «Fiel ou Infiel», ganhou um europeu de TV pelo programa mais visto pelos nossos vizinhos espanhóis, e a TVI decidiu transmitir uma novíssima série de episódios deste distinguido programa. Assim em breve num qualquer “Zaps”, que ninguém se espante de ouvir «Parou Tudo!!» ou de ver alguma menina (a famosa sedutora, boua, como seria de esperar) em “trajes menores”, e uma outra menina (a namorada, feia e desdentada) abraçada a Kléber a chorar como uma desalmada, e o menino com um ramo de flores na mão ( é o namorado, e sim é o seu pedido de desculpas). E sim, que fique claro, é a namorada que submete o namorado ao teste, para saber se ele é «Fiel ou Infiel», e se ele cede à sedutora…Oh menina, não se assuste, ele só cedeu porque ele é boua e estava contratada para o seduzir, porque ela é uma menina respeitadora e nunca o faria (ou nem olhava para o seu menino na rua). E se acontece o contrário, a namorada é a seduzida…o namorado não que ver mais aquela v*** à sua frente!!!
Agora espantem-se ou rejubilem almas do “Zaps”, porque já em Maio, Kléber vai estar semanalmente na caixinha mágica num registo completamente diferente…um Talk-Show!!!
Também me constou que a Senhora TVI, perceba-se Júlia Pinheiro, foi substituída por Kléber nas emissões da tarde. Não sei qual é o registo em que o programa da Júlia era transmitido, mas espero que o do Kléber não seja no registo do que lhe valeu o prémio…Estamos nas tardes da televisão portuguesa, e claro certamente não está. =)

3 comentários:

Runcolho disse...

Eu continuo na minha...
Portugal é a lixiera de "talentos" brasileiros...

Qdo eles n sabem mais o que fazer lá (se é que alguma vez fizeram alguma coisa) vêm pra cá que o povo português recebe-os de braços abertos sejam eles cantores, jogadores, apresentadores, modelos até mesmo profissionais do sexo.

Chamem-me preconceituoso, mas é mata-los a todos!!

Runcolho

Jorge disse...

A TVI é qualquer coisa...
Falta saber o quê ao certo.
Abraço.

S.A. disse...

Para mim, isto não é uma questão de nacionalidade, mas sim de competência e qualidade. Parece é que os critérios para atribução de prémios são muito pouco exigentes.

Ana BM