17.7.08

Dê, vai ver que não dói nada


"Talvez não saiba, mas o óleo alimentar que já não serve para si pode ainda ajudar muita gente. Em vez de o deitar fora, entregue-o nos restaurantes aderentes para que este seja recolhido. Além de diminuir a poluição do planeta, cada litro de óleo será transformado num donativo para ajudar a AMI na luta contra a exclusão social. Dê, vai ver que não dói nada."



Projecto
O óleo alimentar que não serve para si pode ainda ajudar muita gente. Por isso é importante que pense bem antes de o deitar fora. Até hoje, o principal destino dos óleos usados em Portugal tem sido o despejo na rede de esgotos e este é um dos maiores erros que pode cometer.
Porquê?
Porque, quando lançados nas redes de drenagem de águas residuais, os óleos poluem e obstruem os filtros existentes nas ETAR’s, tornando-se assim um grande obstáculo ao seu bom funcionamento.
Simples gestos fazem a diferença
Ao aderir ao projecto de Recolha de Óleos Alimentares Usados não só evita a poluição da água como está a transformar o óleo em Biodiesel, uma fonte renovável de energia que diminui as emissões de CO2. Além disso, cada litro de óleo será transformado num donativo para ajudar a AMI na luta contra a exclusão social em Portugal.

3 comentários:

Runcolho disse...

Lá na FEUP fazem recolha usado tb.

Vou (normalmente é mais o tipo que vive comigo) deixando por lá as garrafas.

Não ajuda é a AMI...

É uma boa iniciativa, ataca mais do que uma frente.

S.A. disse...

Este tipo de recolha já é feita em muitos locais, e para vários efeitos. Por exemplo em Braga (Não estou completamenete certa se é exactamente assim) fazem a recolha, e já existem autocarros da frota urbana que o utilizam como aditivo de combustivel.

Anónimo disse...

sim em braga já existem autocarros a biodiesel :) somos mt à frente, claro k aki em belinho ainda n existe nenhum ponto d recolha... somos mt evoluidos :S beijo grande p.s é hoje :s